Domingo, 02 Fevereiro 2014 00:00

Como Flechas nas Mãos do Valente

"... E quando te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos ver-te? E, respondendo o Rei, lhes dirá: Em verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes." Mateus 25:39-41

Confesso que, talvez por ter sido vítima de muitas experiências traumáticas, sempre fui resistente ao setor penitenciário e ao tratamento com os chamados "bandidos". Já sofri assaltos à mão armada, sequestro relâmpago e roubos na minha residência. Sinceramente, eu não achava que poderia haver misericórdia para quem comete crimes, e muito menos um recomeço.

Mas, há algum tempo, comecei a ver que estava totalmente equivocado e que para Deus não existe diferença de pecado, mas sim de consequência. Deus espera o pedido de perdão para a reconciliação com o que conta uma simples mentira, mas também com o que roubou, matou ou até estuprou. Cristo é este reconciliador através da Cruz e fazemos isto pela fé.

Em outubro de 2013, uma mãe nos procurou buscando apoio para o momento difícil que seu filho estava passando. O jovem M., de apenas 14 anos, havia sido preso por roubo. Minha reação imediata foi de dó, mas nunca me imaginei indo visitá-lo dentro da penitenciária de adolescentes. Naquela noite eu não consegui dormir, pois me vinha à cabeça exatamente o quadro daquele jovem. Orando por ele, fiquei muito incomodado a procurar alguém que tivesse um contato com a capelania da Fundação Casa. Procurei também o Celso Barnabé, que já faz um trabalho abençoadíssimo na Penitenciária Feminina há alguns anos.

Então, decidi ir ao presídio e visitar este adolescente. E a partir desse momento, começamos a fazer trabalhos evangelísticos na Fundação Casa. Utilizando música, filmes e bate-papo, buscamos mostrar o amor de Cristo e o que Ele fez por nós.

FUNDACAO CASA

Pela misericórdia de Deus, nosso trabalho tem sido bem visto pelo órgão e estamos elaborando um projeto de ressocialização e acompanhamento destes adolescentes. O fato de sermos uma igreja em células, viabiliza o envolvimento e acompanhamento das pessoas de forma mais próxima. Este trabalho é diferenciado porque engloba três aspectos:

- Espiritual: Atividades de evangelismo dentro das unidades prisionais e acompanhamento da inserção deles e suas famílias nas células.

- Físico: Indicação de acompanhamento psicológico, médico e odontológico (se necessário) através da Fundação Comunidade da Graça.

- Profissional: Auxílio e recomendação para conquista de emprego e incentivo aos estudos.

Uma experiência transformadora

No dia 21 de dezembro de 2013, dia de visitação das famílias, fizemos um culto numa unidade com 56 internos de 14 a 19 anos, e falamos do sentido real do Natal. Fomos em 9 pessoas, entre músicos e equipe técnica, dispostos a servir e demonstrar o amor de Deus naquele lugar.

LOUVOR FC

Nossos amigos do grupo T.A.P.E. reforçaram este time com seu Hip-Hop criativo, impactante e de conteúdo inteligente sobre a mensagem da cruz e de transformação. A empresa TSI abençoou as 56 famílias com uma cesta de Natal. Também levamos uma Bíblia a cada família, pois assim como é maravilhosa a sensação de saciar a fome com alimento, Deus é o único que pode preencher nosso vazio interior com o alimento espiritual.

Ver o M. – aquele cuja mãe nos procurou em 2013 – entregar sua vida a Cristo e, ao sair da internação, nos acompanhar em nosso acampamento de adolescentes foi realmente um presente de Deus. Sua escolha de mudança de vida e sua participação no Corpo de Cristo tem provocado um mover em toda a sua casa. Sua vida está realmente diferente. Já trouxe seu amigo G. em uma de nossas reuniões de janeiro, recém liberado da internação também. Mais uma vida ganha para Cristo, que frutificará e será usada como 'flecha nas mãos do Valente'.

DAVID FCQueremos mostrar a estes adolescentes que há esperança e que conforme diz Filipenses 3:13 e 14, nos esquecemos das coisas que para trás ficam, avançamos para as que ficam diante de nós, prosseguindo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.

David Brandoles

 

 

Visto 676 vezes